#PraCegoVer: Fotografia. Muitos colares de miçangas coloridas estão sobre um pedaço de madeira na horizontal. Eles estão milimetricamente organizados um ao lado do outro. Em cima, em um papelão preso numa madeira vertical, está escrito: Se você tem fé aqui tem axé. Ao fundo, prédios desfocados.

Fé e Axé

Salvador é uma cidade plural em muitos aspectos, devido às suas raízes indígena, africana e europeia. Todos estes povos cultuavam, de formas distintas, a sua fé, e seus descendentes continuam a transmitir os seus ensinamentos religiosos. Por todo canto de Salvador é possível identificar algo específico que remete ao exercício da fé.

Amanhã é a primeira vez em anos que as pessoas não poderão se aglomerar no Rio Vermelho para o Dia de Yemanjá. Mas o que os baianos e soteropolitanos tem de sobra não vai faltar: Fé e Axé.

Projeto contemplado pelo Prêmio Anselmo Serrat de Linguagens Artísticas, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura Municipal de Salvador, por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, com recursos oriundos da Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.

 

#PraCegoVer

Fotografia. Muitos colares de miçangas coloridas estão sobre um pedaço de madeira na horizontal. Eles estão milimetricamente organizados um ao lado do outro. Em cima, em um papelão preso numa madeira vertical, está escrito: Se você tem fé aqui tem axé. Ao fundo, prédios desfocados.

#Ficha Técnica

Fotógrafo
Fernando Antônio
Instagram | Acesse todas as suas colaborações no projeto

Audiodescrição
Ariana Santana
Instagram | Acesse todas as suas colaborações no projeto

Consultoria
Silvania Macedo
Instagram | Acesse todas as suas colaborações no projeto



Ir até o conteúdo